Saiba mais sobre o novo programa Photoshop CS5

O Photoshop é um programa de edição de fotografias desenvolvido pela Adobe. É o software mais popular do mundo para tratamento de imagens, e foi um dos grandes responsáveis pela popularização dos computadores Macintosh nos mercados de design, fotografia e publicidade. Atualmente, o Photoshop também está disponível para computadores com sistema operacional Windows.

Em 2010, o Photoshop comemora 20 anos. Ele foi lançado em 1990 exclusivamente para os computadores da Apple. Ele foi desenvolvido por Thomas Knoll, um estudante da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, e foi lançado com o nome de Photoshop 1.0.

O Photoshop CS5, a última versão do produto foi lançada mundialmente no dia 12 de abril.

Novidades do Photoshop CS5

photoshop cs5

A cada versão, o Photoshop traz uma série de melhorias. Entre as 250 novidades desta versão, a Adobe, a fabricante do produto, destaca a função Content Aware-Fill. Com um simples clique no mouse é possível apagar um elemento da foto como uma pessoa ou árvore, por exemplo, mantendo o que estaria por trás desta imagem.
Parece mágica, mas o Content Aware-Fill utiliza um algoritmo avançado que faz cálculos em toda a imagem e recria o que estaria por trás do objeto apagado. Mesmo com uma mudança muito grande na foto, o Content Aware-Fill não deixa a imagem com aparência de que ela foi modificada pelo programa.
O mesmo algoritmo permite que o usuário reduza o comprimento das fotos, minimizando itens presentes na imagem. No recurso, chamado de “retargeting”, ao reduzir o comprimento da foto, o Photoshop altera os objetos na foto. Uma casa com seis janelas, por exemplo: o Photoshop irá retirar duas janelas desta casa, deixando-a mais fina, sem nenhuma distorção. O usuário precisa apenas marcar na imagem os elementos que não podem ser alterados para que o programa faça o resto do trabalho do ajuste de comprimento.
O algoritmo avançado calcula os elementos similares próximos a determinados pontos das imagens, copiando-os e agrupando-os para gerar um elemento novo, que é exatamente o que estaria no lugar do objeto apagado. Rapidamente, o sistema escaneia a foto algumas vezes, criando pixels novos que se ajustam na modificação da imagem.
Trabalhos de “remendo” de imagens, por exemplo, que antes levavam horas, agora pode ser feitas com maior rapidez. Basta selecionar o ponto que deve ser corrigido para que o Photoshop preencha o ponto automaticamente. Ele utiliza elementos similares da foto para preencher os buracos.

Requisitos mínimos
O Photoshop não exige um computador muito poderoso para funcionar. De acordo com a Adobe, um processador Pentuim 4 ou equivalente, com 1 GB de memória RAM e uma placa de vídeo com 256 MB de RAM são suficientes para rodar o programa.
Entretanto, para evitar problemas de lentidão, é recomendado um processador mais potente, 2 GB de memória RAM e placas de vídeo com suporte a Shader Model 3.0 e OpenGL 2.0.
O Photoshop é compatível tanto com PCs quanto com Macs.

Quanto custa?
No Estados Unidos, o Photoshop CS5, quando vendido sozinho, custa US$ 699. No Brasil, este preço fica em torno de R$ 1.230. O preço anunciado, contudo é de R$ 1.900. O pacote completo, chamado de Creative Suite 5 custará cerca de R$ 5 mil. A versão localizada para o público brasileiro chega em maio.
O preço é alto, ainda mais no Brasil. O motivo disso é que o Photoshop é um programa profissional, utilizado por fotógrafos e designers. Entretanto, muitos usuários domésticos também utilizam o software para tratar suas fotos pessoais, ajustando seu tamanho para colocar as imagens em redes sociais, e suas cores, brilho e saturação, por exemplo.
Por conta de estas funções terem se tornado muito populares, e aliado ao alto preço do programa, o Photoshop é um dos softwares mais pirateados do mundo.

Alternativa gratuita
O software Gimp é uma alternativa aos que desejam utilizar o Photoshop, mas não querem pagar um alto valor pelo programa. Ele é um projeto de código aberto, permitindo que qualquer pessoa trabalhe em seu código para melhorá-lo. Gratuito, ele permite manipular arquivos de fotos digitais.
Algumas versões apresentam recursos bastante complexos para os usuários que permitem alterar cor, brilho e saturação de imagem. Para o uso doméstico, principalmente para quem deseja reduzir o tamanho das fotos ou cortá-las, ele é a melhor opção gratuita.
Outra opção gratuita para edição de imagens é o Paint.Net.

Versão portátil

Photoshop iPhone

O Photoshop possui uma versão portátil para iPhone, iPod touch, iPad e celulares com sistema Android. O programa disponível gratuitamente na loja virtual iTunes Store e na Android Market traz funções simples de edição de imagem, mas permite transformar as fotos em qualquer lugar.
O usuário pode cortar e girar as fotos, ajustar brilho, foco e saturação, além de aplicar alguns efeitos de cores às imagens. O usuário pode, ainda, publicar as fotos editadas na internet, por meio do site do Photoshop.

Não é difícil usar o aplicativo. Utilizando os dedos, o usuário consegue facilmente conseguir o efeito desejado às imagens. Entretanto, toda vez que se utiliza um recurso, o programa oferece uma explicação na tela do aparelho.

Curiosidades
Alterações em imagens feitas pelo Photoshop são muito comuns em fotos vistas em revistas, em jornais e em sites. Algumas vezes, no entanto, alguns erros passam despercebidos nestas imagens que acabam sendo publicadas. Por conta disso, aparecem modelos magras demais, mãos com dedos a mais (ou a menos), barrigas sem o umbigo e tons de pele exagerados.

No final de 2009, o site BuzzFeed fez uma retrospectiva das piores imagens “photoshopadas” do ano. Um dos destaques foram as modelos do catálogo da Ralph Lauren que ficaram deformadas por conta do excesso de magreza. Outro caso foi o da Microsoft, que substituiu um modelo negro por um branco em um anúncio. A empresa, mais tarde, se desculpou pelo caso.

fonte: G1
Related Posts with Thumbnails
Saiba mais sobre o novo programa Photoshop CS5
Classificado como: