mercedes-Benz SLS AMG – Pronto para voar

Com o SLS AMG, a mercedes-Benz cria um superesportivo inspirado no "Asa de gaivota", da década de 1950
Com o SLS AMG, a mercedes-Benz cria um superesportivo inspirado no "Asa de gaivota", da década de 1950

O novo integrante da família é inspirado no ícone 300 SL Gullwing, o famoso “Asa de Gaivota”, lançado em 1955, que marcou época por apresentar um sistema original de abertura das portas, feita verticalmente.

Com o nascimento do novo gigante, ganha a aposentadoria outro ícone da marca, o SLR McLaren. O filho mais novo da família vem para concorrer com modelos da mesma magnitude, como o Audi R8 e o Porsche 911 Turbo. Na Europa, será vendido por 177.310 euros, algo em torno de R$ 450 mil. Apresentado pela primeira vez no Salão de Frankfurt (Alemanha), em setembro do ano passado, o SLS AMG vem equipado com motor de 6,3 litros V8, 571 cv e transmissão automatizada com embreagem dupla (uma para marchas pares e outra para ímpares) de sete marchas, com trocas imediatas. E, como não poderia deixar de ser, é muito ágil e potente. Faz de zero a 100 km/h em 3,8 segundos e, graças a um limitador eletrônico, atinge “apenas” 317 km/h. Quanto ao consumo, percorre 100 km com 13 litros, ou cerca de 7,7 km/l. Não se trata de um modelo econômico. Mas, essa não é a preocupação de quem terá o privilégio de ter um desses na garagem.

No todo, o superesportivo é soberbo. Além de um desenho arrebatador, que inclui as portas tipo “asas de gaivota”, traz um pacote que inclui tecnologia, conforto e segurança, que atende aos consumidores mais exigentes. E os responsáveis por essa obra de arte são os especialistas do Mercedes-Benz Technology Center (MTC), localizado na cidade de Sindelfingen. Foi ali, no pequeno município de pouco mais de 60 mil habitantes, no sul da Alemanha, que o mito foi reinventado.

Mais do que um belo carro, o SLS AMG oferece um completo conjunto de itens voltados à segurança
Mais do que um belo carro, o SLS AMG oferece um completo conjunto de itens voltados à segurança

“A Mercedes-Benz apresenta um extraordinário automóvel, que irá acelerar ainda mais as pulsações de todos os entusiastas de veículos esportivos. O SLS AMG é sinônimo de pura emoção e visa a se tornar um dos mais empolgantes carros da nossa era”, disse Dieter Zetsche, presidente da Daimler AG, grupo alemão ao qual pertence a marca.

Os designers e engenheiros que trabalharam no desenvolvimento do carro também buscaram inspiração em caças de combate, fazendo do espaço interno um ambiente bem parecido ao desses aviões. Os bancos são feitos em magnésio, de alta tecnologia. Significa dizer que combinam resistência e leveza, características que resultam em mais equilíbrio do peso do veículo e um centro de gravidade mais baixo. Já os mostradores são prateados com tradicionais ponteiros vermelhos e uma escala de 360 km/h.

A caixa de câmbio do SLS AMG está localizada na parte traseira e permite rápidas passagens de marcha sem perda da força de tração. E, como todo modelo Mercedes-Benz, o carro vem equipado com o sistema de controle eletrônico de estabilidade (ESP). No modelo, o condutor pode usar esse recurso em três níveis: On, Sport e Off. Esse recurso foi desenvolvido pela Bosch, em 1995, e a Mercedes foi a primeira marca a usá-lo, no seu sedã de luxo S600.

Aliás, foi pioneira também ao fazer do equipamento item de série em seus carros da linha Classe A. E razões não faltam para isso. O controle antiderrapagem é mais que um acessório de luxo. É uma ferramenta a favor da vida. Segundo a Associação Alemã de Seguradoras, aproximadamente 60% dos acidentes com morte ocorridos na União Europeia são decorrências de derrapagem. Outros números, resultados de estudos da Ford, Toyota e Volkswagen, dão conta que o ESP pode diminuir em até 35% o total de acidentes.

O quesito segurança não para por aí. O superesportivo dispõe de cintos de segurança de três pontos com pré-tensores e limitadores de força e nada menos que oito airbags, que incluem os dianteiros, outros para os joelhos (de condutor e acompanhante), dois laterais e mais dois windowbags. Aliás, esse é mais um quesito que marca o pioneirismo da grife alemã. Vale lembrar que o Classe S foi o primeiro modelo a ser produzido com esse sistema, isso em 1980 e, desde 1992, o sistema é montado em série em todos os automóveis da marca. Enfim, como os demais itens da família, o SLS AMG não é só bonitinho e potente. É seguro.

Related Posts with Thumbnails
mercedes-Benz SLS AMG – Pronto para voar
Classificado como: